Setembro: mês da Bíblia

Em Sintonia


Setembro: mês da Bíblia


Neste Brasil tão violento é urgente produzir boas notícias. A Bíblia é uma das cartas que Deus nos envia para fortalecer a fé das famílias. Não há uma única palavra solta ou inútil nas Escrituras Sagradas. Cada palavra é vida e esperança.

O segredo do Livro Sagrado é o amor sem medidas de seu Autor Celestial. Deus comunica esse amor por detrás de cada uma das  palavras proféticas.
Jesus revela o amor do pai eterno convidando-nos a fazer parte da família feliz dos que escutam a Palavra de Deus e a observam (cf. Lc 11,28). A família para
Jesus é a casa e o ninho onde ele busca o aconchego, a fé e o alimento, ao cumprir a vontade do Pai Eterno. Um dos pratos saborosos é rezar cada dia as orações bíblicas para fortalecer sua labuta e sua missão. Sem os Salmos rezados em sua família, por José e Maria e também por seu povo, o próprio Jesus teria visto estreitar seu horizonte luminoso.

Devemos nos recordar que Jesus, ao tomar nossa condição humana, herdou de seu povo os traços físicos, a fortaleza, a memória e o bonito costume de ler e meditar a Palavra de Deus.

É dessa vivência de Jesus que podemos afirmar que é Deus quem edifica as famílias como escola de emancipação. Assim que alguém estiver preparado e pronto, pode alçar o voo deixando o ninho originário, acompanhado por Deus, pois ninguém mais é estrangeiro nem migrante, mas  concidadãos dos santos e família de Deus (cf. Ef 2, 19).

Ler a Bíblia com amor e serenidade é saber-se forte nos momentos de fraqueza. A família será sempre nosso lar. A família de Deus é o conjunto de todos os humanos irmanados. A tarefa dos que têm fé é a de edificar a família sobre a rocha, com valores, ética e forte solidariedade aos pobres.

A leitura da Bíblia ensina-nos que uma família educada pela Palavra no serviço aos pequenos irá iluminar a cidade inteira como espelho da Luz do Mundo, que é Cristo Ressuscitado.

Neste mês de setembro, a Igreja Católica, nos convida a ler e meditar a Palavra de Deus, deixando-nos iluminar para depois sermos os transmissores desta luz.

Sugestões para ler a Bíblia em família

1. Deixe um exemplar da Bíblia na cômoda  ao lado de sua cama. Não a deixe de enfeite na ala, sem ler nem meditar. Faça da Palavra de Deus a companheira diária, antes de dormir ou logo ao despertar. Alguns versículos por dia da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses, que é o texto sagrado proposto para este mês da Bíblia e uma pequenina oração irão mudar sua vida.
2. Se alguém de sua família for se casar, ofereça uma Bíblia ao novo casal como presente de casamento! Será algo que os ajudará a edificar esta nova família.
3. Dê a seus filhos uma bela edição dos Evangelhos ou dos Salmos (Edição de bolso), para que a tenham consigo quando estiverem a sós e possam meditar no trabalho ou no estudo.
4. Se você tem filhos pequenos, que já são leitores, peça a eles que escolham algum versículo bíblico que gostem, que o escrevam em papel com sua própria letra, leiam junto dos pais antes de dormirem e o coloquem dobradinho em um pote com tampa. Faça isso com frequência para que eles tenham a Bíblia como um livro de luzes e buscas. Ao final e alguns meses, toda manhã antes de sair de casa, cada qual da família pode meter a mão no pote, retirar um dos papéis dobrados e levar consigo para meditar e rezar pelos membros da família. Á noite, coloque-o de volta no pote, com algum trecho das Sagradas Escrituras ou uma frase que você mesmo(a0 escreveu para responder a Deus por seu imenso amor. Assim obterão a fonte da eterna juventude da sua família, como tesouro que une fé e vida.
5. Ao habituar-se aos textos, experimentará a Bíblia como um bilhete divino e poderá dizer um dia como o poeta Paul Claudel: “Agora eu habito a Bíblia”. A Palavra vida de Deus estará tão unida em seu coração que brotará suave de seus lábios.

Texto extraído da Revista Família Crista - Setembro de 2017
e Adaptado por Irmã Helizangela Goes, Coordenadora de Pastoral
Autor: Fernando Altemeyer Junior, Mestre em Teologia e Ciências da Religião, doutor em Ciências Sociais e chefe do Departamento de Ciência da Religião da PUC - SP


Ir. Helizangela Goes
Coordenação de Pastoral

 

 
 
rodape